Os casos de homicídios na Região Metropolitana de São Luís reduziram 15% no mês de março deste ano, no comparativo com o mesmo período do ano anterior. A tendência de queda neste tipo de crime vem se mantendo e é resultado de operações ostensivas de combate e controle, realizadas pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-MA). As ações incluem maior monitoramento e abordagens a pessoas e veículos, incluindo coletivos, em pontos estratégicos.

O superintendente de Homicídios e Proteção a Pessoa (SHPP), delegado Lúcio Reis, pontua o efetivo preparado, equipado e a postos para garantir ao cidadão seu direito de ir e vir. “O Governo do Estado fez significativos investimentos neste setor e isto contribuiu para maior eficácia da ação policial. Ganha a população, que tem resguardada sua segurança”, enfatiza o delegado. A SHPP integra a estrutura da Polícia Civil.

Os dados da estatística da SSP-MA apontam a ocorrência de 20 casos de homicídios na Grande Ilha, em 2018, número que diminuiu para 17 registros este ano. O delegado Reis destaca o reforço policial em áreas mapeadas como de maior incidência de tráfico de drogas, abordagens em pontos identificados de vendas do entorpecente, além de monitoramento e interceptação de suspeitos como contribuintes para a redução e controle dos casos. “Os homicídios, uma vez controlados, refletem na redução de outras criminalidades como o tráfico de drogas e os roubos”, reitera o titular da SHPP.

Os homicídios integram o grupo de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs), que incluem ainda o latrocínio (roubo seguido de morte) e a lesão corporal com morte. Na estatística da SSP, os CVLIs também apresentaram redução. Foram 22 casos em 2018, contra 21 em março deste ano, representando 5% menos ocorrências. “As medidas são permanentes e intensificadas conforme a necessidade, com o intuito de combater este crime e prevenir outros que dele derivam”, enfatiza Lúcio Reis.